Profissoes mais demandadas

Áreas mais demandadas são de planejamento cobiçoso, novidade e metamorfose digital, em atividades estratégicas de recursos humanos e da setor comercial. A remuneração pode alcançar a R$ 80 mil.

Verificação da consultoria integral de recrutamento especializado Michael Page evidência que os cargos mais procurados em posições de média e alta gerência no 1º período do ano foram das áreas de planejamento cobiçoso, novidade e metamorfose digital, em atividades estratégicas de recursos humanos e da setor comercial. A remuneração pode alcançar a R$ 80 mil.

Entre as qualidades mais buscadas pelas companhias estão aptidões que favorecem os serviços no local digital, personalidade de gestão de esboços, estilo pelo planejamento cobiçoso e orçamentário e ótima desenvoltura em relacionamentos.

Os cargos mais demandados no primeiro semestre

De acordo com Ricardo Basaglia, diretor-executivo da Michael Page, parte do PageGroup Brasil, o catálogo corporativo do Brasil, que contém baluarte Rio-São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul e parte do Nordeste, está sendo impactado positivamente pela forte metamorfose digital de todos os setores da economia, e profissionais da série de frente desse movimento estão em alta.

Os departamentos de RH estão de novo aquecidos, tanto pelas causas estratégicas de contratação de indivíduos, quanto para amparar a expansão de outras áreas.

E mais 2 setores tiveram forte expansão neste primeiro período, de acordo com ele: os cargos relacionados à gestão financeira das companhias e algumas posições da setor comercial.

profissionais

“ No momento em que o mercado volta a crescer, é natural que utilidades de finanças, recursos humanos e vendas liderem o processamento “, avalia.

Superintendente de TI
O que faz: protege os bom desempenho dos equipamentos e procura formas de utilizar a tecnologia para impactar positivamente as áreas e o resultado como um todo.

Perfil: profissionais de TI precisam cada vez mais supervisionar sobre o negócio da empresa, integrar e saber o planejamento das áreas.

Remuneração: R$ 9 mil a R$ 11 mil
Razão para alta: pleito por profissionais multitarefas, com alto quantidade de comunicação e influência no local corporativo.

Coordenador de FP&A ( Planejamento e Avaliação Financeira)

O que faz: maior ambição é a alta personalidade de relacionamento interpessoal para se interligar a distintos áreas da empresa, além de ótima comunicação e um de acordo com ou alcoviteiro linguagem. É tipicamente o backup ( reservo de segurança ) direto do controller.

Perfil: ser capaz de ver o resultado da empresa e sugerir evoluções baseadas em cenários financeiros são os maiores desafios da opinião.

Remuneração: R$ 10 mil a R$ 15 mil
Razão para alta: coisa dentro do universo de finanças sofrem grande impacto ao longo a crise e também não viram o volume de posições ser retomado. No entanto, áreas estratégicas são nos dias de hoje uma urgência avaliação dentro das companhias.

Coordenador de compras

O que faz: encarregado pelo planejamento e negociação de insumos comprados por companhias ou indústrias.
Perfil: hoje precisam ser mais engajados nos serviços da empresa e são os principais agentes na diminuição de esforço, assunto central nas companhias.

Remuneração: R$ 8 mil a R$ 11 mil

Razão para alta: as companhias buscaram ressaltar seus times de compras tentando melhores negociações, mais controles no processamento e uma gestão estratégica dos investimentos.

Fusões e aquisições nos mercados de energia, saúde

O que faz: em épocas de baixa de mercado, vagas de compra e distribuição se esfriam, no entanto, em momentos de retomada e firmeza, essas vagas crescem bastante.

Perfil: necessita ser bastante capaz e ter grande fundura técnica, ter números e entendimento de mercado na ponta da linguarão e uma ficção de serviços acima da média.

Remuneração: R$ 10 mil a R$ 15 mil

Razão para alta: profissionais que são competentes para ver, avaliar e verdadeiramente acarretar processos de M&A são bem requisitados por segmentos que estão aquecidos.

Coordenador ou diretor de metamorfose digital

O que faz: colabora para a metamorfose digital na empresa instaurando um marketing desandado para performance e resultados, com foco em mídias na internet.

Perfil: profissionais não impreterivelmente com formação em marketing. O mais fundamental é que tenham aptidões em exatas e ótima personalidade para administrar o ROI do seção.

Remuneração: R$ 12 mil a R$ 18 mil

Razão para alta: companhias de todos os setores da economia estão em processamento de metamorfose digital, na maior parte dos casos, com foco na experiência do utente. Este profissional passa a ser primordial nessa ciclo de oscilação. E deverá ficar em alta até a conservação desse processamento.